Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 18 de setembro de 2018

PF pediu prisão de Tiago Cedraz, mas ministro Edson Fachin do STF negou

Foto: Reprodução
A Polícia Federal pediu a prisão do advogado baiano Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), que é alvo de busca e apreensão da quarta fase da Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal (PF), deflagrada na manhã desta terça-feira (18).

Conforme informações do G1, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), indeferiu o pedido. A operação, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), investiga supostos desvios de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES). No total, a PF cumpre 16 mandados de busca e apreensão e 9 de prisões temporárias em Brasília, Goiânia, Anápolis (GO), São Paulo e Londrina (PR).

Fonte: Bahianoticias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook