Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Liberado terceiro lote de pagamentos do abono PIS/PASEP

Foto: Reprodução 
O terceiro lote do PIS/Pasep 2018 começa a ser pago nesta quinta-feira (18), aos trabalhadores nascidos no mês de outubro. O benefício pode variar de R$ 80 a R$ 954, dependendo do número de meses trabalhados com registro formal no ano passado. O abono referente ao ano-base 2017 poderá ser sacado até 28 de junho de 2019. Se não for resgatado até lá, o dinheiro voltará para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Conforme o calendário oficial de pagamento, quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício ainda neste ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque apenas em 2019. A cada mês, um novo grupo é contemplado, de acordo com o mês de nascimento. O abono do PIS, pago pela Caixa Econômica Federal, é devido aos trabalhadores da iniciativa privada. O Pasep, destinado aos servidores públicos, é de responsabilidade do BB (Banco do Brasil). Os correntistas dos dois bancos recebem o depósito diretamente em conta, dias antes do cronograma estabelecido para os demais trabalhadores.

A estimativa é que sejam destinados 18,1 bilhões de reais a 23,5 milhões de trabalhadores. Quem tem direito ao PIS/PASEP Tem direito ao abono salarial quem trabalhou formalmente por pelo menos um mês em 2017 com remuneração média de até dois salários mínimos. Além do tempo de serviço, para ter direito ao abono de 2017, o trabalhador deveria estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). O valor do abono é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Logo, quem trabalhou um mês no ano-base 2017 receberá 1/12 do salário mínimo. Quem trabalhou dois meses receberá 2/12 e assim por diante.

Só receberá o valor total quem trabalhou o ano-base completo. Por exemplo, se o período trabalhado foi de 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 954). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 79,50), e assim sucessivamente.

Fonte: Recôncavo News
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook