Analytics

menu

Image Map

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Feira: Autor do crime contra o filho do radialista Aristides Oliveira está no baralho do crime

Foto: Divulgação | Polícia Civil
O assassinato do fisioterapeuta Leonardo de Freitas Oliveira, 34 anos, que morava em Feira de Santana, filho do radialista Aristides Oliveira, que estava em casa no momento do crime, completa 5 meses sem a prisão do autor.

O delegado regional de Feira de Santana, Dr. Roberto Leal explica a situação do caso. “Todas as investigações foram realizadas inicialmente pelas equipes de furtos, que são responsáveis nesse caso, identificaram que trata-se de latrocínio, objetos de valores foram subtraídos e a partir dessa informação eles passaram a fazer uma grande investigação, extremamente competente com o delegado André juntamente com o investigador Joelton, eles conseguiram varias imagens e conseguiram identificar um indivíduo, a partir dessa identificação eles continuaram com as investigações, demorou um tempo maior para se comprovar que realmente é a pessoa e no momento que conseguiu-se fazer uma identificação positiva, representou a prisão preventiva dessa pessoa conhecida por Léo Pastel”, relatou o delegado.

Dr. Roberto Leal explica por qual motivo demorou na divulgação dessa conclusão. “Esse mandato ficou em sigilo para que pudéssemos cumprir o mandato antes que a pessoa soubesse que estava sendo procurada. Foram feitas várias diligencias não só em Feira, mas em regiões na tentativa de prender tal pessoa, mas como o crime foi de grande repercussão, acabou que o autor teve a informação e nos últimos dias depois de várias análises, determinamos que caberia lançar o nome dessa pessoa no baralho do crime, como foi lançada semana passada. Por tanto foi divulgado por todo o Brasil e esperamos que, com essa ferramenta e com essa medida, que a gente consiga fazer apreensão”, explicou o delegado.

Sobre o autor Léo Pastel, o delegado deu informações sobre sua situação. “Até o presente momento não sabemos onde está localizado o indivíduo pois ele evadiu-se da cidade. O indivíduo já tinha passagem pela polícia, por modalidade muito similar de invadir a casa das pessoas e subtrair os objetos de valores e por isso a indicação de autoria foi mais eficaz sobre ele. Algumas outras informações sobre ele é mantida em sigilo para auxiliar no momento da captura”, relatou o Dr. Roberto Leal.

O delegado ainda deu detalhes sobre o baralho do crime e como é eficaz para ambos. “Com a divulgação dessa foto no baralho do crime que um instrumento extremamente eficaz, lançado pelo Governo do Estado na captura dessas pessoas, então a gente espera que nos próximos dias consiga algum êxito em relação à Léo pastel. Todo trabalho de polícia judiciária foi feito, o trabalho da polícia é investigar e apontar a autoria, a prisão é consequência desse trabalho, então inclusive a prisão pode ser feita em qualquer autoridade policial onde ele for encontrado”, concluiu o delegado. Informações do Boca de Forno News.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook