Analytics

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

David Miranda assumirá vaga de Jean Wyllys na Câmara: 'Não vejo ele saindo enfraquecido', diz

Foto: Reprodução
De acordo com a Secretaria-Geral da Câmara, o suplente do deputado federal Jean Wyllys, que anunciou a desistência do novo mandato em razão de ameaças, é o vereador carioca David Miranda (PSOL-RJ). Em entrevista ao G1, David disse que vai tentar dar sequência ao trabalho do primeiro representante da comunidade LGBT a assumir uma vaga na Câmara dos Deputados.

"Eu sinto como mais um trabalho que necessita ser feito. Eu sou vereador aqui no Rio de Janeiro, consegui passar muitas leis aqui e sinto que em Brasília eu posso entregar muito mais. Na luta pela comunidade LGBT, contra o extermínio da juventude negra que é morta todos os dias na favela", disse Miranda, que foi o primeiro vereador assumidamente LGBT a ser eleito no Rio. Para o suplente, Jean Wyllys não sai enfraquecido com a decisão.

No Twitter, ele disse: "Iremos com tudo para Brasília. Nossas bandeiras serão defendidas com o amor e comprometimento de sempre. Meu sonho é uma sociedade mais justa, e menos intolerante. Nenhum governo calará nossas vozes". David foi eleito vereador em 2016 no Rio com 7.012 votos. Na eleição para deputado federal em 2018, teve 17.356 votos, tornando-se o primeiro suplente para a vaga de Jean Willys.

Nascido no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, tem 33 anos de idade. Suas bandeiras políticas são a luta contra o racismo, a LGBTfobia e a luta contra a criminalização da pobreza, além de preservação dos direitos dos servidores públicos do Rio. David é casado com o jornalista Glenn Greenwald e fez parte da equipe que investigou as denúncias de espionagem do governo americano feitas por Edward Snowden.

Foi detido pelo governo britânico em 2013 e processou o governo do país, vencendo a ação. Durante a conversa com o G1, David citou a amiga e colega vereadora Marielle Franco, executada em 14 de março de 2018.

Em seu site oficial, ele conta todos os dias desde a morte: nesta quinta, são 317 dias desde o crime, que segue sem solução. Suplente de David Miranda, Dr. Marcos Paulo (PSOL-RJ) assumirá a cadeira dele na Câmara Municipal do Rio. Carioca e médico cirurgião geral, tem como bandeira o trabalho de ajuda aos animais de rua e vítimas de maus-tratos.

Fonte: Reprodução
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook