Analytics

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Mulher e dois filhos são feitos reféns em casa no Vale das Pedrinhas, em Salvador

Foto: Alan Oliveira
Uma mulher de 34 anos e os filhos, uma adolescente de 15 anos e um menino de 2, foram feitos reféns em uma casa no Vale das Pedrinhas, em Salvador, por cerca de 3h nesta quinta-feira (4). 

De acordo com a polícia, o caso ocorreu após os suspeitos avistarem uma equipe da Rondesp, que fazia ronda de rotina no local, e correrem para dentro do imóvel, após uma troca de tiros. Ainda segundo a polícia seis homens entraram na casa, por volta das 16h30. O imóvel, que fica na Rua Cristóvão Colombo, na localidade de Serra Verde, foi cercado por equipes das Polícias Civil e Militar, logo em seguida. 


Por volta das 18h38, um tiro foi disparado dentro da casa e houve gritaria no local. Em seguida, o policial que conduzia as negociações pediu calma aos suspeitos para prosseguir com o trabalho de liberação dos reféns. Não houve feridos. Às 19h20, os reféns já tinham sido liberado pelos criminosos, no entanto, seguiam dentro do imóvel, sob escolta da polícia. Eles só saíram cerca de 10 minutos depois. Ainda conforme a polícia, os seis suspeitos foram presos e deixaram o imóvel por volta das 19h35. 

Eles foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil. Com o grupo, foram apreendidas três pistolas e uma quantidade de drogas. De acordo com o major Assemany, comandante da Rondesp Atlântico, pelo menos um dos suspeitos de invadir a casa estava envolvido, também, em uma situação com reféns em um posto de saúde no Nordeste de Amaralina, na mesma região. O caso ocorreu em dezembro do ano passado. O suspeito foi identificado como Eric dos Santos Batista, de 24 anos. 

Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), participaram da operação para liberação dos reféns guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico e da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPMNordeste de Amaralina). Um helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer) também foi acionado e monitorou a região.

Fonte: G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook