Analytics

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Bahia é um dos estados mais abastecidos com insumos contra a Covid-19, apontam dados do Ministério da Saúde

Foto: Reprodução
A Bahia está entre os estados mais abastecidos com insumos estratégicos para o combate ao coronavírus, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. A pasta lançou na quinta-feira (2) um painel no qual é possível acompanhar as reservas de materiais como álcool em gel e máscaras cirúrgicas em cada unidade federativa do país.

A ferramenta pode ser acompanhada on-line. “Desde o início das ações de enfrentamento à doença no Brasil, o Ministério da Saúde tem divulgado suas informações de forma transparente. A ferramenta é mais um instrumento para dar cada vez mais visibilidade a todos os passos realizados pela pasta”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo a plataforma, a Bahia possui, até o momento, 40 leitos ocupados, de mais de 1.400 unidades de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis para adultos. É a maior rede de leitos abertos no Nordeste e a sétima maior do país. Com relação a máscaras cirúrgicas, a Bahia aparece com um saldo de aproximadamente 950 mil unidades do equipamento.

Na última quarta-feira, o governador Rui Costa anunciou a compra de um milhão de máscaras N95, considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a mais adequada para uso de profissionais de saúde no combate ao coronavírus. Ainda conforme dados do Ministério da Saúde, a Bahia possui um estoque de quase 32 mil testes rápidos para diagnosticar o coronavírus.

Na última quarta-feira, o estado recebeu um lote de 31 mil unidades, vindas de uma carga com quase 500 mil kits que chegaram no Brasil no início da semana. O teste, produzido pela empresa chinesa Wondfo, possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e permite ter um resultado em apenas 15 minutos. Conforme o último boletim divulgado pela Sesab, no final da tarde de quinta-feira (2), a Bahia havia registrado mais de 260 casos de coronavírus, com quatro mortes. Até o momento, 1.763 casos foram descartados.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quinta-feira. Ao todo, 43 pessoas estão curadas. Os casos confirmados estão distribuídos em 34 municípios do estado. As cidades Feira de Santana, Ilhéus e Salvador tiveram aumento no número de casos, com maior proporção para a capital baiana, que passou de 153 para 167.

Os municípios com casos positivos são estes: Alagoinhas (3); Barra do Rocha (1); Barreiras (1); Barra (1); Belmonte (1); Brumado (5); Camaçari (4); Canarana (1); Candeias (1); Coaraci (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Dias D’Ávila (1); Feira de Santana (21); Ilhéus (8); Ipiaú (1); Itabuna (4); Itagibá (1); Itajuípe (3); Itamaraju (1); Itororó (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (11); Medeiros Neto (1); Nova Soure (1); Pojuca (1); Porto Seguro (10); Prado (3); Salvador (167, sendo três importados); Santa Cruz Cabrália (2); São Domingos (1); Teixeira de Freitas (1); Vitória da Conquista (1). Um caso notificado em Lauro de Freitas é de uma pessoa residente no estado do Rio de Janeiro. Assim como outro caso notificado em Feira de Santana é do estado do Piauí.

Fonte: Voz da Bahia 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook