Analytics

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Gerente de pousada é agredida com facão por arrendatário de restaurante: 'Falava o tempo todo que ia me matar'

Foto: Arquivo Pessoal
A gerente Rebeca Miranda, de 51 anos, foi vítima de um episódio de agressão na última segunda-feira (1º), em Barra Grande, no município de Maraú. Por meio das redes sociais, ela denunciou que um arrendatário de um restaurante da localidade a atacou com golpes de facão.

Ele teria usado a lateral da arma para desferir os golpes, o que deixou Rebeca com hematomas pelo corpo. As marcas da violência foram expostas em um grupo de classificados de Barra Grande. Ao G1, a gerente contou que o episódio ocorreu na pousada e sushi bar em que ela trabalha. O agressor tinha como alvo o sushiman, que não estava no local no momento.

“Foi no dia 1º, por volta das 22h. Já estava em procedimento de fechamento, atendendo o último pedido do dia, quando esse homem, com um facão na mão, entrou no estabelecimento. Eu me surpreendi, estava de cabeça baixa, quando levantei já o vi. Ele estava sem camisa, visivelmente transtornado, de facão na mão, procurando o sushiman do estabelecimento.

Quando vi ele daquela forma, falei para ele se retirar, que ele não podia ficar no estabelecimento daquele jeito. Ele foi na minha direção, perguntando pelo sushiman, se ele morava lá. Falei para que ele se retirasse, que ele não estava bem. Ele veio para cima de mim e começou a me bater, dizendo que ia me matar”.Após ser agredida, Rebeca conseguiu fugir da pousada e saiu para a rua, onde pediu por socorro. A gerente afirma que o filho do agressor apareceu e acalmou o pai, que acabou detido pela polícia.

Fonte: G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook