Analytics

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Testemunha diz que Flordelis ofereceu filha ‘sexualmente’ a pastores evangélicos

Foto: Reprodução 
Em meio à investigação em torno da família da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), uma testemunha afirma que a parlamentar teria oferecido oferecido uma de suas filhas adotivas para pastores estrangeiros. O depoimento faz parte do inquérito que apura o assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido de Flordelis, que é acusada de ser a mandante do crime.

“A [testemunha] lembra que em determinada época [os familiares] receberam a visita de pastores pentecostais estrangeiros. (…) O declarante lembra que, como forma de recepção para os tais pastores, [uma das filhas] foi oferecida sexualmente para os mesmos. Flordelis foi quem fez a oferta”, diz o depoimento obtido pelo Fantástico.

De acordo com a publicação, testemunhas também relataram a ocorrência de relações sexuais entre Anderson e uma filha adotiva, além de idas do casal a “casa de swing”, o que demonstra uma “completa dissociação entre a imagem construída e as práticas do grupo familiar”, segundo a denúncia. “A testemunha se recorda que Anderson (…) com a permissão de Flordelis (…) se relacionava sexualmente” com uma das filhas afetivas, que “não gostava dessa situação, mas obedecia” a mãe.

Na última segunda (24), oito pessoas foram presas, entre filhos biológicos de Flordelis e adotivos do casal. Eles são suspeitos de participar do assassinato de Anderson, supostamente orquestrado pela deputada. Para a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro, ela mandou matar o marido por discordar da gestão que ele fazia do dinheiro da família. Embora ela fosse deputada federal, cantora e também nome à frente do Ministério Flordelis, era ele quem controlava todo o dinheiro.

Fonte: G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook