Analytics

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Forte exportação e ataque à agricultura familiar explicam alta do preço dos alimentos

Foto: Reprodução 
Bolsonaro apelou para o “patriotismo” de donos de supermercados para aliviar os altos preços de alimentos na cesta básica. Ele parece ignorar que o problema está longe das prateleiras. Um primeiro ponto chave para primeira compreensão da alta dos preços é o aumento das exportações.

Com nossa moeda desvalorizada, a demanda internacional por produtos daqui cresce cada vez mais. Essa expansão, contudo, atinge o mercado interno e consequentemente o consumidor brasileiro que terá que pagar mais. O país chega ao cúmulo de precisar importar a mesma matéria-prima que produz, pagando preços maiores, para manter setores do agronegócio.

Uma contradição para um dos maiores produtores de alimentos do mundo. Especialistas avaliam que a alta inflacionária dos alimentos se deve à política agrícola adotada pelo governo, que prioriza as exportações do agronegócio em vez do abastecimento interno.

Até para produtores rurais, é nítido que falta inteligência agrícola, pois o Brasil beneficia concorrentes no mercado mundial e ainda tem que comprar de outros países o que produz em abundância. Outro indicador preocupante: em 1977 as áreas de arroz e feijão, juntos, representavam 28.2% da área total plantada com grãos enquanto a soja 21%.

Em 2020, arroz e feijão representaram apenas 6.9% enquanto a soja responde por mais da metade da área com grãos (57%). Políticas para fortalecer a agricultura familiar são uma alternativa para controlar a alta dos preços dos alimentos, garantir o abastecimento interno e diminuir a dependência externa do Brasil em relação a alimentos básicos.

Contudo, é o segmento que ficou duramente afetado com a pandemia. Metade das famílias de agricultores familiares teve redução nas suas rendas, perdendo, em média, um terço da renda que recebiam. O próprio governo veta a Lei Assis Brasil de apoio emergencial a agricultores familiares e pequenos produtores. Outras políticas conquistadas a favor de agricultores familiares e reforma agrária foram atacadas.

Fonte  Midia Ninja
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook