Analytics

sexta-feira, 6 de novembro de 2020

ADAB combate comércio clandestino em Cruz das Almas e outros municípios do Recôncavo

Foto: Reprodução
Durante uma semana, equipes de fiscalização da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) estiveram no Território Recôncavo para acompanhar o transporte, armazenamento e distribuição de carnes em combate ao abate clandestino de animais, através do monitoramento em estradas e áreas centrais dos municípios. 

Em Castro Alves, mais de 2,5 toneladas foram apreendidas pela ausência de comprovação fiscal do produto. Após investigação e com o apoio da Polícia Militar, os fiscais localizaram um frigorífico clandestino onde eram armazenadas toneladas de carne bovina oriundas do abate clandestino e que abasteciam açougues e boxes em mercados da região.

“Desarticulamos as ações com este flagrante, importante para assegurarmos que apenas produtos inspecionados e de origem conhecida sejam consumidos”, ressalta o coordenador da equipe, Ednilton Brito. Após as visitações no comércio, os fiscais organizaram atividades educativas sobre a gravidade da venda de produtos contaminados com participação dos açougueiros e comerciantes locais. 

Outros municípios visitados pela fiscalização surpreenderam positivamente as equipes. “Em Amargosa, Valença e Laje não aconteceram apreensões, o que significa que os comerciantes estão vigilantes e atentos ao trabalho que a ADAB tem desenvolvido em todo o estado para garantir produtos inócuos à saúde pública”, declara o diretor-geral da autarquia, Maurício Bacelar.


Fonte: ADAB
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

cf

cf