Analytics

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

‘Nem dá para acreditar que aconteceu’, diz pai de lutador de jiu-jítsu que morreu após se engasgar com pedaço de carne

Foto: Reprodução
Dois dias após a morte do campeão baiano de jiu-jítsu, a família dele ainda não consegue acreditar na tragédia. Aldo Kemps Oliveira, de 41 anos, morreu após se engasgar com um pedaço de carne, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 Km de Salvador. 

Nesta quarta-feira (4), o pai dele, José Oliveira, falou que ainda não consegue lidar com a perda do filho de uma forma tão prematura. Para ele, Aldo ainda está com a família. “Estamos lidando com muita tristeza. Eu diria assim, pedindo perdão a Deus, que estou inconformado com essa tragédia. Foi tão assim… uma coisa que nem dá para acreditar que aconteceu. 

Eu achava e ainda acho que Aldo não morreu, que Aldo está presente aqui conosco”, disse José. Além da parceria que existia entre pai e filho, Aldo também ajudava seu José a cuidar do filho mais novo. “Para mim está sendo muito difícil, porque independente da nossa amizade como pai e filho, ele me dava muita manutenção com o filho especial, o João Pedro, que tem 7 anos de idade. 

Ele me ajudava muito nesse sentido, tanto para praticar exercícios, quanto para levar nos atendimentos também”, contou. A irmã mais velha de Aldo, Suzana Oliveira, também falou sobre as lembranças que vai guardar do irmão, que era como um filho para ela. “As lembranças que eu tenho de Aldo são as lembranças de uma pessoa que era totalmente doada. Para a família, para os amigos. Para a filha, ele era um pai magnífico, sempre presente. E que, com certeza, vai fazer muita falta. Nós éramos muito próximos. Aldo era como se fosse um filho para mim”, revelou.


Fonte: G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook