Analytics

menu

Image Map

gov ba

Alta Vista

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

IBGE: chance de um homem baiano de 20 anos chegar aos 25 é 15 vezes menor do que a de uma mulher

Foto: Reprodução
Um homem de 20 anos, que more na Bahia, tem chance 15 vezes menor do que uma mulher, de mesma idade e moradora do mesmo estado, de sobreviver até os 25 anos. A estimativa foi feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base em dados de 2019 dos Cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais; das Varas de Família, Foros ou Varas Cíveis; e dos Tabelionatos de Notas. 

A pesquisa aponta que os homens morrem mais do que as mulheres por causas externas ou violentas em quase todas as faixas etárias pesquisadas, dos 0 aos 84 anos. Isso só muda a partir dos 85 anos, quando as mulheres passam a morrer mais por causas externas. 

A maior diferença entre os sexos está na linha de 20 a 24 anos de idade. Nessa faixa, em 2019, enquanto 1.763 homens no estado morreram por causas externas ou violentas, 115 mulheres tiveram o mesmo destino. Ou seja, 15 homens de 20 a 24 anos morreram por causas externas/violentas para cada mulher na mesma faixa etária. 

Dito de outra forma, na Bahia, um homem de 20 anos tem 15 vezes mais chances de não chegar aos 25 do que uma mulher. A média de todo o Brasil também aponta divergências entre os gêneros, ainda que menores do que na Bahia. A cada mulher morta de forma violenta nessa faixa etária, 9,5 homens foram a óbito. Assim, um indivíduo brasileiro do sexo masculino de 20 anos teria, aproximadamente, 10 vezes mais chance de não completar os 25 anos do que um indivíduo do sexo feminino.


Fonte: Aratu
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook