Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
A criação de um "imposto emergencial e temporário" começou a ser estudada para arrecadar recursos para a concessão de uma nova rodada do auxílio emergencial com o agravamento da pandemia.

A ideia está em análise pelo governo e vem sendo discutida com parlamentares da base para dar fôlego ao pagamento do benefício. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, a expectativa é ter um esboço do modelo de uma nova rodada do auxílio na primeira semana após o carnaval e a ideia do 'imposto emergencial e temporário" foi incluída na discussão. 

No entanto, o presidente Jair Bolsonaro já se posicionou contra a criação de um novo tributo, além disso, há resistência no Congresso à aprovação de um novo imposto.



Fonte: Metro 1

Facebook