Analytics

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Navegador de internet cria divisão totalmente voltada para o universo dos jogos

woman sitting on sofa while using MacBook Pro
Fonte: Unsplash

Apesar de os navegadores de internet mais conhecidos e usados pela população serem o Microsoft Edge e o Google Chrome, há inúmeras outras alternativas no mercado, como o Mozilla Firefox, Safari e Opera. E por falar nele, o Opera acabou de revelar que adquiriu a desenvolvedora de jogos YoYo Games, responsável por títulos de bastante sucesso na cena indie dos jogos eletrônicos, como Spelunky e Hotline Miami. De acordo com o site especializado na indústria de games, VentureBeat, a negociação foi concretizada pelo valor de 10 milhões de dólares. 

A empresa é famosa por desenvolver e oferecer interfaces e tecnologias para o desenvolvimento de jogos voltados para qualquer um que tenha pouca ou nenhuma experiência na área. Um exemplo é o seu software GamerStudio 2, muito utilizado no desenvolvimento de jogos 2D, que são mais simples e baratos de serem desenvolvidos, sendo os prediletos da indústria indie. De acordo com Krystian Kolondra, vice-presidente executivo dos navegadores da Opera, um dos principais fatores por trás da compra é possibilitar que iniciantes na área da programação tenham acesso ao GameMaker, que é o motor de jogos desenvolvido pela YoYo Games, além de aprimorar essa tecnologia para que ela seja usada por grandes estúdios do setor. “Para nós, os jogos agora são uma comunidade. Isso vai acelerar nosso crescimento, pois será uma proposta de valor única”, afirmou Kolondra. 

Além disso, a companhia de tecnologia deseja aumentar o time de programadores responsáveis pelo OperaGX, seu navegador voltado para o público gamer do PC. Dessa forma, a empresa pretende mesclar as equipes do OperaGX junto com a da YoYo Games, criando a divisão Opera Gaming. Mas ainda não se sabe se com essa atitude o estúdio recém adquirido será incorporado à companhia, ou atuará de forma independente.  

Para gamers

man wearing headset
Fonte: Unsplash

O OperaGX foi lançado em março de 2019 e tem alguns pontos que o diferem dos demais navegadores. Ele permite que o usuário configure limites para o consumo da memória RAM, CPU e rede ao utilizá-lo. Com isso, o PC fica livre para ter melhor desempenho ao executar jogos, programas e outras atividades. Isso também possibilita ao usuário incrementar sua experiência ao assistir um filme num serviço de streaming ou até mesmo se divertir em plataformas de iGaming como a casinos.pt que, além de oferecer opções gratuitas, contam também com diversas dicas para você se dar bem na sua jogatina. Além disso, o OperaGX vem com várias opções de personalização, como música de fundo, efeitos sonoros e muitos temas. Ele ainda permite maior integração com outras plataformas bastante utilizadas pelos fãs dos jogos, como Twitch e Discord.   

Navegadores mais utilizados   

No mercado atual, há mais de duas dezenas de navegadores competindo pelo maior número possível de usuários. Então trouxemos alguns detalhes sobre aqueles que são os mais utilizados pela população em geral. Qual deles é o seu preferido?  

1 - Google Chrome  

Dificilmente uma pessoa que tenha acesso à internet não utilize ou pelo menos conheça o Google Chrome, líder disparado em popularidade no setor. O navegador conta com vários recursos, principalmente por estar integrado com diversos outros serviços fornecidos pela Google, gigante da tecnologia que conseguiu criar um ecossistema enorme de extensões. Além disso, o Chrome foi quase perfeitamente otimizado para os dispositivos móveis, sendo bem fácil manter todos os seus dados sincronizados em vários aparelhos.   

2 - Mozilla Firefox  

Este navegador vem progredindo bastante nos últimos anos, e com isso chamando cada vez mais a atenção do público. Isso se deu principalmente após a atualização para o Firefox Quantum, que deixou a sua interface mais limpa e moderna. Além disso, sua desenvolvedora tem focado cada vez mais na melhoria das proteções de privacidade, alerta de violação e na sincronização entre dispositivos.  

3 - Internet Explorer/Microsoft Edge  

A companhia fundada por Bill Gates repaginou seu antigo navegador para ser utilizado no Windows 10, mas o projeto não deu certo. Assim, a companhia refez os códigos do Edge, baseados em boa parte no Chromium. Por conta disso, a aparência do Microsoft Edge se assemelha bastante com a do Chrome, e muitas das extensões presentes na ferramenta do Google podem ser utilizadas no Edge. Contudo, ele é muito mais rápido, e consome menos memória RAM, sendo uma boa escolha para PC’s menos potentes.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook