Foto: Reprodução | NSC Total

A cidade de Governador Mangabeira, no Recôncavo Baiano, onde seu Secretário de Saúde, Tiago Pedreira, coordena os 9 municípios que fazem parte do Núcleo Saúde Leste/Recôncavo (CIR) com sede em Cruz das Almas, figura nas estatísticas como o município que teve o menor índice de vacinação à sua população, atingindo apenas 39,17% da quantidade de doses que a SESAB repassou para cumprir o plano de vacinação. Mangabeira recebeu 1200 doses e aplicou somente 470. Após esta publicação, os dados de Governador Mangabeira foram atualizados e corrigimos a informação que pode ser vista a seguir.

Também, os municípios de Cabaceiras do Paraguaçu e Muritiba ficaram inaptos a receberem novo lote de vacina até comprovarem que atingiram a média da meta determinada como eficiente para vacinar a população em tempo hábil.

A cidade de Muritiba recebeu 1950 doses de vacinas e aplicou 1590 (81,54%). Enquanto que Cabaceiras do Paraguaçu recebeu 1060 doses e aplicou 804 (75,85%).

Em contato com o Diário da Notícia, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Muritiba, informou que os números mostrados não condizem com a realidade. Segundo a Assessoria, a cidade já aplicou 90,9% da primeira dose e 100,1% da segunda dose.

Porém, nós consultamos outra vez o site da SESAB e consta ainda os mesmos números que publicamos.

Após a publicação desta matéria, os dados de Governador Mangabeira foram atualizados e eles aplicaram 104,7% das doses recebidas.

Leia também: Muritiba: Após atualização de dados, Prefeitura adquire novo lote de vacinas contra a Covid-19

Leia também: Governador Mangabeira alcança 104,7% de doses aplicadas da vacina contra a Covid-19

Confira as lista completa dos municípios baianos inaptos para receberem novo lote de vacinas aqui.

Atualizada às 12:00hs

Facebook