Foto: Reprodução 
Por Rubem Júnior
No pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro em rede nacional de rádio e TV na noite desta terça-feira, 23/03, deu para perceber que a carta divulgada no último domingo (21), assinada por mais de 500 banqueiros, empresários e economistas cobrando medidas efetivas contra a pandemia de Covid-19 no Brasil, parece ter surtido efeito.

Mesmo com um discurso eivado de contradições e inverdades sobre a sua postura durante este 01 ano de pandemia, o tom da fala de Bolsonaro foi totalmente diferente de todos os momentos. Ponderado e polido - postura esperada de um chefe de uma grande nação - chegou a falar que este ano é o ano da vacinação no Brasil: "daqui pra o final de 2021 o país terá adquirido mais de 500 milhões de doses."

No último domingo, banqueiros, empresários e economistas divulgaram uma carta aberta que, trocando em miúdos, cobraram responsabilidade por parte do presidente Jair Messias Bolsonaro: responsabilidade com a vida e consequentemente com o futuro econômico do país. 

Esperamos que desta feita o Presidente da República mude sua postura e faça seu papel, corra para reduzir nosso prejuízo que já está muito grande: só nesta terça-feira o número de mortes bateu recorde. Foram registradas mais de 3 mil óbitos nas últimas 24hs pela Covid-19 no Brasil.

Postagem em destaque

Facebook