Analytics

menu

Image Map

gov ba

Alta Vista

segunda-feira, 1 de março de 2021

Rui Costa chora ao pedir respeito dos baianos às medidas restritivas; “não é fácil, não!”

Foto: Reprodução
O governador da Bahia, Rui Costa (PT), se emocionou na manhã desta segunda-feira (1/3), ao falar sobre as mortes causadas pela Covid-19 no estado. 

Durante entrevista para um telejornal local, o petista pedia que a população respeitasse as medidas de isolamento social, que tem como objetivo conter a disseminação do novo coronavírus, e citou a dor de um pai que perdeu a filha, de, apenas 16 anos, quando acabou caindo no choro. “Essa doença não é como o câncer. 

É uma doença coletiva. Ou a gente vai ter consciência disso ou não nos livraremos dessa doença. Por ser uma doença coletiva, só vamos nos livrar com comportamento coletivo. Temos que pensar quantas vidas humanas uma bebedeira vale. 

Quantas vidas humanas você vai ser responsável por ir em uma festa? ‘Ah eu tenho direito de ficar bêbado, de encher bares, de ir para paredão’. Seu direito é superior a dor de mães e pais que perderam filhos? Vi hoje um pai chorando porque perdeu filha de 16 anos, então… é isso… Não é fácil. É duro você receber mensagem dizendo ‘e meu negócio? E minha loja? O que é mais importante: 48 horas de loja funcionando ou vidas humanas? Desculpa”, disse ele, chorando em entrevista ao Jornal da Manhã da TV Bahia. 

Na ocasião, Costa comentou sobre o lockdown de 48 horas que foi imposto pelo governo em algumas regiões da Bahia e disse que sente inveja de outros países, como China e Alemanha, onde são cumpridas as medidas de isolamento social. “Temos que pensar quantas vidas humanas uma bebedeira vale. Quantas vidas humanas você vai ser responsável por ir em uma festa? ‘Ah eu tenho direito de ficar bêbado, de encher bares, de ir para paredão’. 

Seu direito é superior a dor de mães e pais que perderam filhos? Vi hoje um pai chorando porque perdeu filha de 16 anos, então… é isso”, parou Rui Costa, começando a se emocionar. Depois Rui tentou falar sobre o fechamento de comércios, mas não conseguiu e pediu desculpas. “Não é fácil.

É duro você receber mensagem dizendo ‘e meu negócio? E minha loja? O que é mais importante: 48 horas de loja funcionando ou vidas humanas? Desculpa”, afirmou Rui, chorando novamente. Segundo Rui Costa, “O Estados Unidos era o pior, mas mudou o presidente e hoje eles estão com 45 milhões de vacinados”. Rui acredita que por sua vez, “infelizmente o Brasil vai entrar para história dessa pandemia como o país que pior tratou dessa doença”.



Fonte: Aratu On
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook