Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior

Foto: Reprodução | Redes Sociais
Vereadores de oposição ao prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto (PSD), foram às redes sociais nesta semana denunciar a suposta queima de carros usados pela gestão, entre eles cinco ambulâncias do SAMU.

Em um vídeo compartilhado nas redes (assista a seguir), os edis afirmam que os veículos apareceram queimados após eles verificarem, durante visitas de fiscalização dos serviços públicos, que os carros estavam abandonados no Parque de Exposições.

Ao classificarem o sistema de atendimento como "precário'', os vereadores questionam o porquê da queima dos carros dias depois da prefeitura ser pressionada para explicar a situação.

"Estivemos aqui há cerca de dois meses e identificamos esses automóveis em bom estado, mas descartados aqui. Buscamos a prefeitura para que ela explicasse qual o procedimento para justificar o descarte dos automóveis. Para nossa surpresa, no último domingo, eles estavam queimados. Precisamos entender o que aconteceu", diz a vereadora Juci Cardoso (PCdoB).

Leia também: vereador de Alagoinhas denuncia sucateamento das ambulâncias do SAMU

"A sede da SAMU só dispõe de três ambulâncias, duas estão quebradas e a outra serve para atender demandas de Alagoinhas e região. Estamos trabalhando com ambulâncias emprestadas de cidades vizinhas. O que nos causa estranheza é ver as ambulâncias abandonadas", completa o vereador Luciano Almeida (DEM), em um outro momento do vídeo. 

Prefeitura

A assessoria de comunicação do social-democrata, por sua vez, afirma que as denúncias não passam de “fake news”, já que os carros não fazem parte da frota da atual gestão municipal. Os veículos, segundo a equipe, eram considerados sucata e estavam esquecidos na usina de petróleo do município à espera de leilão ou descarte.

"Eles foram removidos para o estacionamento do Centro Administrativo da prefeitura porque tem mais espaço. No entanto, funcionários reclamaram pela possibilidade de atrair arboviroses, então, essas ambulâncias sucateadas foram deslocadas para o Parque de Exposições", diz trecho da nota enviada ao Bnews. 

Sobre a queima dos carros, a gestão afirma que os veículos foram incendiados há cerca de um mês devido à queima irregular de lixo pelos populares da região. "Foi necessário dois caminhões do Corpo de Bombeiros , um da prefeitura e outro do exército (caminhões pipa), além de um carro pipa do para conter as chamas", diz outro trecho do comunicado.

Assista:

Fonte: BNews

Facebook