Foto: Reprodução
A forte chuva que atinge Salvador e cidades da região metropolitana desde a manhã desta quinta-feira (8) causou danos e prejuízos em vários locais. Moradores de Itapuã, Boca do Rio e Cabula VI, em Salvador, mostraram casos de alagamento em ruas e situação de inundação em imóveis.

Na Rua da Mangueira, em Itapuã, um imóvel que estava sendo reformado foi invadido pela água e materiais usados na obra foram perdidos. O proprietário disse que mora no andar de cima e comprou o térreo para reforma, mas os trabalhos foram impedidos por causa da chuva. “Moro em cima e comprei para reformar. Mas agora é impossível morar com meus filhos aqui, chover e ficar algo pior. 

Foram mais de R$ 10 mil em prejuízo. Está tudo agora em baixo d’água”, disse o morador. Outras casas no mesmo bairro, na Rua Lafayete Coutinho, foram invadidas por água. Idosos e pessoas com dificuldade de locomoção foram atingidas e vizinhos tiveram que auxiliar outros moradores. Um deficiente físico ficou ilhado em um supermercado sem ter como voltar para casa. 

“Lá dentro tem casas alagadas com móveis montados por cima de outros. Não sei o que está acontecendo porque a prefeitura fez o serviço aqui e, com essa chuva, alagou tudo. Tem um cadeirante que mora nessa casa e está [ilhado] dentro do mercado. Não é a primeira vez que acontece isso”, disse um morador da rua, identificado como Carlos. 

Uma mulher disse que é vizinha de dois idosos – um deles cadeirante e a companheira do homem, que tem 66 anos. Segunda ela, ele precisa ser carregado para se locomover e não estava em casa no momento da inundação. “Tem quatro meses que foi feita a reforma dessa casa e teve que comprar tudo porque já tinha perdido tudo com a chuva no mês de abril. A prefeitura tem que tomar uma providência. Toda vez que chove acontece isso na Lafayete Coutinho. Temos crianças recém-nascidas, temos cadeirantes, portador de hemodiálise. Olha isso, tudo perdido. Tudo”, disse a mulher.


Fonte: G1

Postagem em destaque

Facebook