Foto: Reprodução
O estudo mensal divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que o salário mínimo em março deveria ser de R$ 5.315,74.

O valor corresponde a quase cinco vezes a remuneração básica paga ao trabalhador, que é em 2021 é de R$ 1.100. 

O levantamento é feito com base na cesta básica mais cara do país, que, no mês passado, foi a de Florianópolis. O conjunto de alimentos básicos custava R$ 632,75 na capital de Santa Catarina. 

A pesquisa leva em conta que o piso salarial deve ser o suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da sua família, composta por dois adultos e duas crianças, com moradia, alimentação, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.



Fonte: Voz da Bahia

Facebook