Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
Moradores do bairro da Asa Branca, em Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador, denunciam que um terreno de grande extensão, com bastante vegetação, vem sendo usado por criminosos, como esconderijo para cometerem assaltos, furtos e estupros. Eles afirmam que mulheres são arrastadas para serem estupradas dentro do terreno. 

A dona de casa Vanete Palmeira, filha de um casal, que mora na região, disse que fica no local com medo. A casa deles, que fica em frente ao terreno, já foi invadida pelo menos três vezes por bandidos.

“Já fomos assaltados três vezes. Já levaram relógios, celulares, sem ninguém dentro de casa. Entram, pulam o muro, tem até cerca elétrica, mas mesmo assim pulam e vão embora pelo fundo, porque tem o matagal”, disse a dona de casa.

“Recentemente, uma adolescente foi estuprada, mas não é só ela. Eu moro aqui há 40 anos e durante esse período, que é extenso, nós temos esses mesmo problemas, nessa mesma região. O que nós queremos é um cuidado maior, porque nós, agentes de saúde, cuidamos de pessoas e o índice de violência na localização é muito grande de assaltos e estupros”, também denunciou a agente comunitária Lúcia Gutemberg.

Fonte: G1

Facebook