Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior

Foto: YouTube

Um estúdio de rádio na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, foi invadido e o radialista ameaçado por quatro homens na noite de terça-feira, 06/04 (assista abaixo). Segundo, os homens se declaram apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, ameaçaram agredir o radialista Júnior Albuquerque, depois que ele fez críticas à política sanitária do Governo Federal na pandemia.

"Fazemos um programa opinativo todas as terças-feiras na Rádio Comunidade, em Santa Cruz. Há algumas semanas entrou em pauta as quase 300 mil mortes por Covid-19 no Brasil (na época ainda não havíamos superado esta triste marca) e eu fiz um comentário opinativo, onde expus que no meu ponto de vista, Hitler não era o único culpado do genocídio que aconteceu na Alemanha, pois quem o apoiou e quem se calou também teve sua parcela de culpa. Assim como no Brasil em relação a Covid-19, os eleitores de Bolsonaro que concordam com a política sanitária que ele vinha fazendo, também iam ter culpa e a história ia dizer isso", explicou o radialista Júnior Albuquerque, em entrevista.

No relato, o radialista, que trabalha na área há dez anos, falou que a agressão foi evitada porque colegas de bancada conseguiram intervir. Ao sair do estúdio, o radialista prestou queixa na Polícia Civil do município.

Assista:

Fonte: Jornal do Commercio/Bahia Noticias

Facebook