Foto: Reprodução
Após um ano parada por conta da pandemia da Covid-19, a rede estadual de ensino na Bahia retomou as suas atividades. Há quase um mês, professores e alunos vivem uma nova forma de ministrar e participar de aulas. De maneira remota, o cronograma de 2020 será recuperado junto com o planejamento para 2021.

Em entrevista a Mário Kertész, no programa Jornal da Bahia no Ar, da Rádio Metrópole, o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, revelou que o planejamento original não previa aulas virtuais, mas devido ao tempo perdido e à piora da crise do coronavírus, foi a solução encontrada.

O ano letivo iniciado no dia 15 de março é contínuo, ou seja: reúne dois anos em um. Por isso, a carga horária é maior, com aulas de segunda a sábado. No total, serão 1.500 horas de aulas – 700 correspondentes ao ano passado e 800 a este ano. 

As aulas são transmitidas diariamente em salas do Google, no canal da Educação Bahia, no YouTube, e no Educa Bahia, na TVE. Os colégios também têm disponibilizado as atividades impressas. “A escola falou que os alunos que não tivessem acesso à internet poderiam ir lá pegar”, afirmou a estudante Maria Alice da Silva, de 16 anos, do Colégio Estadual Thales de Azevedo, no Costa Azul.


Fonte: Metro 1

Postagem em destaque

Facebook