Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução 
O depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid foi suspenso na tarde desta quarta-feira (19) e, ao deixar o Senado, Pazuello disse que será retomado nesta quinta (20). Em seguida, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), confirmou a informação. 

 Pazuello presta depoimento na condição de testemunha. A reunião da CPI foi suspensa porque começou, no plenário do Senado, a sessão de votação de projetos. Logo depois, informou a colunista Ana Flor, o senador Otto Alencar (PSD-BA) disse que Pazuello passou mal. 

O ex-ministro negou. Inicialmente, Omar Aziz, presidente da CPI, havia informado que o depoimento seria retomado após a sessão do plenário do Senado. No entanto, antes de a sessão ser encerrada, Pazuello deixou o prédio do Senado e afirmou que retorna nesta quinta. A CPI já havia marcado para quinta-feira o depoimento de Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde que defende o uso da cloroquina contra a Covid, embora o remédio seja cientificamente comprovado ineficaz contra a doença. 

Até a última atualização desta reportagem, a CPI ainda não havia informado se o depoimento de Mayra seria mantido nesta quinta ou adiado. A expectativa é que fique para a próxima semana, uma vez que a comissão funciona de terça a quinta. O depoimento de Pazuello O depoimento de Pazuello é um dos mais aguardados por integrantes da CPI. General do Exército, o ex-ministro comandou a Saúde entre maio de 2020 e março de 2021.



Fonte: G1

Facebook