Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Imagem: Divulgação
Uma festa clandestina, que reuniu cerca de 1.000 pessoas na zona rural de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, foi encerrada pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA), na madrugada deste domingo (9). A operação só foi possível graças à denúncias anônimas. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), por volta de uma da manhã, as equipes da 92ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista) foram acionadas através de denúncias sobre um evento ilegal, com som alto, no Haras LS, e deram início a averiguação.

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Viana Moreira Júnior, assim que receberam as denúncias, as equipes se deslocaram. “Prontamente acionei os policiais de nossa inteligência que, descaracterizados, foram acompanhar de perto a movimentação da festa. Após confirmação, fomos até o local”, disse. 

No local, equipes da Ronda Rural e das Rondas Especiais (Rondesp) Sudoeste identificaram o dono do evento e solicitaram que o público presente, sem máscara e desrespeitando o decreto estadual para evitar a disseminação do novo Coronavirus, se retirasse. “Fico impressionado como essas festas ainda acontecem em meio a pandemia. Estamos preparados para encerrar qualquer tipo de evento que coloque em risco a vida”, concluiu o oficial. 

 A festa foi finalizada e o responsável pelo evento, acompanhado de um policial militar que também participava da festa, foi encaminhado ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Conquista.



Fonte: Bahia Notícias 

Facebook