Foto: Reprodução 
O disque-denúncia criado pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás para informações sobre o paradeiro de Lázaro Barbosa, de 32 anos, recebeu cerca de mil denúncias em aproximadamente 24 horas de funcionamento.

Conforme publicação do Metrópoles, a pasta também informou que a maioria delas foi de trotes ou conversas sem relevância para operação. O fato tem prejudicado a caçada ao foragido. A busca por entrou no 13º dia nesta segunda-feira (21). 

Hoje foram realizadas incursões para checar relatos sobre possíveis locais onde o fugitivo tenha passado. As ações contaram com o apoio das equipes de cães. A SSP-GO informou que a força-tarefa vem avançando nas buscas e o cerco está ficando cada vez mais fechado. 

Desde a última sexta (18) a polícia não tem indícios sobre o aparecimento de Lázaro na região entre Girassol, Edilândia e Cocalzinho, cidades no Entorno do DF. O Exército Brasileiro cedeu 40 rádios comunicadores, que estão sendo utilizados pelas equipes.



Fonte: BN

Facebook