Foto: Reprodução
Um motorista por aplicativo denunciou ter sofrido racismo após negar o pedido de manobra indevida feito por uma cliente, durante uma corrida realizada nesta terça-feira (6), em Salvador. O momento foi registrado por uma câmera de celular. 

No vídeo, é possível ver o momento em que a mulher, acompanhada de uma criança, desce do carro enquanto chama a vítima de “desgraçado” e “preto”.Segundo Noelson Morais, de 33 anos, ele pegou a passageira em frente ao Shopping da Bahia com destino ao Salvador Shopping. 

Ele contou que a mulher pediu que ele desse uma “roubadinha” no trânsito, ato que é considerado infração, para chegar ao local mais rápido, no entanto, ele recusou. Conforme relatou o motorista, a passageira continuou argumentando. 

Noelson então decidiu deixá-la no local de partida e disse que cancelaria a corrida. Nesse momento, a cliente começou a ofendê-lo enquanto deixava o veículo. “Ela disse que eu estava ganhando dinheiro e eu disse a ela que estava cancelando a corrida e que ela poderia solicitar o valor à Uber, que ela [empresa] iria devolver”, comentou. Ainda segundo o motorista, ele não teve reação no momento dos insultos racistas. 

A Polícia Civil disse, por meio de nota, que a 16ª Delegacia Territorial (DT) da Pituba investiga o caso. Segundo a polícia, Noelson relatou que uma mulher pediu que ele cometesse uma infração de trânsito e, na recusa, passou a deferir ataques racistas contra ele. A polícia informou que irá solicitar o nome da usuária à plataforma de aplicativo.



Fonte: G1

Facebook