Analytics

menu

Image Map

gov ba

Alta Vista

Mostrando postagens com marcador Dívida. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dívida. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Número de endividados no país chega a maior patamar em 11 anos

Foto: Reprodução
O percentual de endividados no país fechou 2020 em 66,5%, segundo estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). É o maior patamar de endividamento familiar em 11 anos. Em 2019, por exemplo, os endividados eram 63,6% das famílias brasileiras. 

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Dívida Pública Federal aproxima-se de R$ 4 trilhões

Foto: Divulgação
Um dos indicadores que mede a solvência da economia brasileira, a Dívida Pública Federal (DPF) está prestes a romper a barreira de R$ 4 trilhões. Segundo números divulgados hoje (25) pelo Tesouro Nacional, a DPF fechou o mês passado em R$ 3,978 trilhões, com alta de 2,6% no primeiro semestre.

terça-feira, 9 de julho de 2019

Morador de Cruz das Almas é baleado e golpeado com enxada por causa de dívida

Foto: Reprodução
Um homem foi baleado após cobrança de dívida na noite do último domingo, 7, na Fazendinha, nas proximidades do Distrito de São José do Itaporã, zona rural de Muritiba.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Cachoeira: Prefeitura deve R$ 170 mil à Santa Casa de Misericórdia

Santa Casa de Misericórdia da Cachoeira | Foto: Divulgação
A Prefeitura da Cachoeira deve R$ 170.000,00 (cento e setenta mil reais) à Santa Casa de Misericórdia da Cachoeira devido aos serviços de atendimentos, aos procedimentos que o Hospital São João de Deus realiza de Atenção Básica que são de inteira responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, através dos Postos de Atendimento às Familias (PAFs). A Prefeitura recebe recursos do Ministério da Saúde para realizar esses atendimentos, informa o provedor da Santa Casa, Luiz Araújo.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

São Félix: Prefeito Alex não pagou o salário, 1/3 de férias, retroativo e o piso nacional dos professores; muitos já passam necessidades

Paço municipal de São Félix | Foto: Divulgação
Professores da rede municipal de ensino da cidade de São Félix, no Recôncavo Baiano, reclamam que até o momento o prefeito Alex Sandro Aleluia de Brito não pagou o salário, nem 1/3 de férias, também não pagou o retroativo e o piso nacional da categoria.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Cruz das Almas: Orlandinho acusa ex-prefeito de deixar dívida milionária

Foto: Divulgação
O novo prefeito de Cruz das Almas, Orlandinho (PT), relatou ter herdado uma dívida de R$ 2,3 milhões da gestão anterior. De acordo com o atual dirigente da cidade, as dívidas tiveram origem no não pagamento da Previdência Social dos funcionários em 2016.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Economia: Número de inadimplentes do SPC aumenta

Foto: Google Imagens
Os atrasos no pagamento de contas de serviços básicos, como água e luz, foram os que mais cresceram: 12,55%, na comparação entre setembro deste ano e o mesmo mês de 2014. 

terça-feira, 5 de maio de 2015

Bahia fechou 2014 com dívida líquida de R$ 215 milhões; Vitória deve R$ 26 milhões

Imagem: Reprodução | Metro1
Um levantamento feito pela empresa BDO Brazil, que analisou o balanço dos 20 clubes da Série A em 2014, apontou rankings de receita, custo com futebol, resultado operacional e endividamento líquido, tributário e de empréstimo. E o diagnóstico aponta que os dois clubes baianos precisam cuidar de suas dívidas -- com atenção especial para o Bahia. 

quinta-feira, 26 de março de 2015

Juros para pessoas físicas são os maiores desde março de 2011

Imagem: Ilustração
Os juros para pessoas físicas pesaram no bolso dos consumidores em fevereiro. De acordo com dados divulgados hoje (25) pelo Banco Central (BC), a taxa média de juros com recursos livres – que são os que podem ser aplicados livremente pelos bancos, ficou em 54,3% ao ano no último mês. O valor é o maior desde março de 2011, início da série histórica do BC.

A taxa superou a de janeiro, que até então era recorde. Ela aumentou 2,3 ponto percentual na comparação com o primeiro mês do ano e 6,4 pontos percentuais em doze meses. Boa parte do aumento dos juros deveu-se ao cheque especial, cuja taxa média anual chegou a 214,2% ao ano em fevereiro. O valor é o maior desde março de 1996, quando a taxa havia ficado em 217,71% ao ano.

Os juros do cartão de crédito também contribuíram para o resultado. As taxas ficaram em 78,7% ao ano no mês passado, os maiores desde abril de 2011. Eles cresceram 7,8 pontos percentuais em relação a janeiro e 7 pontos percentuais em doze meses. O cálculo dos juros do cartão leva em conta as taxas para crédito rotativo e crédito parcelado. As primeiras ficaram em 342,2% ao ano, maior valor desde o início da série histórica em março de 2011. Já as taxas do cartão parcelado foram 112,6% ao ano, maior valor desde outubro de 2012.

A inadimplência com recursos livres para pessoas físicas e jurídicas ficou em 4,4% em fevereiro, estável tanto em relação a janeiro quanto na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Fonte: Agência Brasil

quarta-feira, 18 de março de 2015

Fornecedores cobram R$ 6 mi de dívida da campanha do PT na Bahia em 2014

Foto: Jefferson Peixoto/Ag Haack
O PT deve, desde junho de 2014, mais de R$ 6 milhões em contratos não quitados com empresas que prestaram serviços para as campanhas do grupo na Bahia durante a eleição de 2014. De acordo com denúncia enviada ao Bahia Notícias, entre as empresas que receberam o calote estão a Pipa Comunicação Visual, a Pool Empreendimentos Comerciais e a Servgraf Crachas Serviços Comercias

Os contratos, que foram firmados para terceirizar serviços como distribuição de panfletos e outras peças publicitárias, estão em valores que vão de R$ 750 a mais de R$ 480 mil e as notas fiscais constam na prestação de contas da campanha do governador Rui Costa (PT) ao Tribunal Superior Eleitoral. 

Segundo um dos interlocutores dos credores, a dívida foi repassada da campanha ao diretório estadual do partido, porém, entre idas e vindas, não existe uma definição sobre o pagamento. “Não sabemos a quem recorrer. No começo era o Carlos Martins e agora dizem que é o Cícero Monteiro (atual chefe de gabinete do governador Rui Costa). Ele marca e desmarca as reuniões. É muita pressão e os impostos já foram cobrados”, lamentou. A dívida pode chegar a R$ 9 milhões, segundo o interlocutor, que apresentou uma planilha de levantamento dos débitos da campanha com fornecedores. 

A campanha de Rui Costa ao Palácio de Ondina custou R$ 45 milhões, porém arrecadou cerca de R$ 32 milhões. Em situações como essa, o partido herda as dívidas, que devem ser pagas para regularização da legenda junto à Justiça Eleitoral.

Facebook