Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Recôncavo: Caminhoneiros continuam em greve na BR-101 e prometem impedir passagem de qualquer veículo

Caminhões parados próximo a entrada de Muritiba | Fotos: Diário da Notícia
Caminhoneiros que trafegam pela BR-101, na região do Recôncavo, continuam com as atividades paralisadas e prometem endurecer caso o governo federal e estadual não tomem as providências para reduzir o valor do diesel.

Em entrevista ao Diário da Notícia, Neto Caminhoneiro, um dos lideres dos motoristas que estão concentrados na entrada da cidade de Muritiba, próximo a Pedra do Cavalo, informou que só estão liberando, por enquanto, o trafego de ônibus, transportes alternativos (vans), carros de passeio, ambulâncias, cargas vivas - somente bois, frangos não são liberados pelo movimento paredista. Os demais caminhões com outras cargas estão sendo orientados e conduzidos a parar as atividades.
Cidades que são margeadas pela BR-101 também estão com caminhoneiros e caminhões parados no acostamento da estrada com barricadas de pneus e madeiras. Cidades como Conceição do Almeida (imediações do Posto 101), Cruz das Almas (nas proximidades da Baixa do Toquinha) e Muritiba (próximo a Pedra do Cavalo) estão com o movimento de caminhoneiros grevistas. Os protestos nas cidades do Recôncavo começaram na noite desta terça, 22/05, (saiba mais aqui).
Ainda durante o início do movimento na BR-101, entrada de Muritiba, uma camionete modelo F-4000 capotou numa curva tentando retornar para não parar no movimento dos caminhoneiros. Ninguém ficou ferido.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook