Analytics

menu

Image Map

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Cabaceiras do Paraguaçu: Em nota, ex-prefeita diz que recorreu de sentença judicial

Foto: Reprodução
A ex-prefeita de Cabaceiras do Paraguaçu, Romildes Oliveira Rios Machado, em contato com o Diário da Notícia deu informações acerca da sua condenação pela Justiça Federal noticiada semana passada (veja aqui).

De acordo com Romildes, ela respondeu ao processo judicial. "Como cidadã respondi ao processo judicial por equivocado entendimento de omissão de prestação de contas, o que não existiu, ressalto, pois, a prestação de contas foi efetivada, e, dentro do prazo estabelecido," diz.

Ainda conforme a ex-prefeita, ela apresentou a prestação de contas ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) por meio físico, porém, o órgão não mais aceitava esta forma de prestação de contas. "Tão logo concluído o objeto do convênio, foi apresentada ao FNDE a prestação de contas respectiva, por meio físico. Acontece que na época houve uma mudança no sistema e, por meio desse motivo, a prestação de contas que apresentei foi devolvida pelo FNDE para que a Prefeitura de Cabaceiras procedesse o seu encaminhamento por via online, momento em que a prefeitura já estava sendo administrada pelo meu sucessor, que deixou de atender, Deus sebe o porquê, à solicitação do FNDE," informa.

A ex-prefeita Romildes diz ainda que há 60 dias recorreu da sentença judicial. "Em razão desse fato foi instaurado o procedimento judicial, que me foi oportunizado a transação processual, o que poderia se dá com o pagamento de cestas básicas, o que não aceitei por entender que não cometi nenhum delito; já que cumprir fidedignamente com as minhas responsabilidades. Estou de cabeça erguida. Ainda sobre o processo judicial informo que, há mais ou menos 60 dias, foi publicada a sentença sobre a qual já recorri para o TRF da 1ª região" disse.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook