Analytics

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

‘Por vingança mesmo’, diz filho de PM que matou criança e idosa em Camaçari

Foto: Evandro Veiga
Autor confesso de um triplo homicídio, no mês passado, que vitimou um menino de apenas 5 anos, a avó da criança e um dos filhos dela, em Monte Gordo, localidade de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, Gilmar Soares da Gama, 30, disse ter cometido o crime por vingança e com ajuda de mais três pessoas, incluindo seu pai, PM da reversa, e um policial da ativa.

Ele foi apresentado pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) e a 33ª Delegacia (Monte Gordo) à imprensa, nesta segunda-feira (5), na sede da Polícia Civil, na Piedade, em Salvador, ocasião em que explicou que o ataque foi uma retaliação a Adrielson Santos Leal, que é parente das vítimas e possui mandado de prisão em aberto. Adriel Leal da Silva, 5, filho de Adrielson, foi baleado 13 vezes e, segundo a perícia, tinha 19 perfurações no corpo.

"Matamos por vingança mesmo, nos vingamos dele", disse Gilmar, se referindo à suposta participação de Adrielson no assassinato de seu irmão, Caio Soares, em 2011, e citando a participação, no crime em Monte Gordo, de seu pai, o policial militar aposentado Orlando Carvalho da Silva, 67, um outro PM da ativa, identificado apenas como Rodrigues, e Anthony Adrian dos Santos Gomes, 32, conhecido como Pitoco, que teria ligação com o tráfico de drogas em Itapuã.

Fonte: Correio da Bahia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook