Analytics

menu

Image Map

Nobeta

quinta-feira, 5 de março de 2020

Bolsonaro se queixa por imprensa ter publicado que ele fez piada com resultado do PIB

Foto: Reprodução
Um dia depois de ironizar o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto) do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar o trabalho da imprensa e se queixou do fato de os veículos de comunicação terem reportado, na véspera, que ele fez piada com o resultado do indicador. "Parabéns à imprensa. Fiz piada com o PIB, parabéns aí, valeu.

Continuem agindo assim", disse o presidente a seus apoiadores, pouco depois de deixar o Palácio da Alvorada. Ele cumpre agenda nesta quinta-feira (5) na Fiesp, em São Paulo. "Quando vocês aprenderem a fazer jornalismo, eu converso com vocês. Se vocês sofrem ataque todo dia, o que vocês estão fazendo aqui [na entrada do Alvorada]? O espaço é público, mas o que vocês estão fazendo aqui? O dia que vocês se conscientizarem que vocês são importantes fazendo matérias verdadeiras, o Brasil muda", acrescentou, dirigindo-se aos jornalistas.

Conforme divulgado na quarta (4) pelo IBGE, o PIB do Brasil cresceu 1,1% em 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro. Foi o terceiro ano seguido de fraco crescimento da economia brasileira. Em 2017 e em 2018, a primeira divulgação do PIB mostrou expansão de 1,1%. Posteriormente, os dados foram revisados para 1,3%. Em 2015 e 2016, houve queda no PIB. O resultado é menos da metade do projetado inicialmente pelos economistas.

Em dezembro de 2018, às vésperas da posse de Bolsonaro, analistas do mercado financeiro renovaram a aposta na retomada e projetaram crescimento de 2,55%. O índice também é inferior ao projetado inicialmente pela equipe econômica do ministro Paulo Guedes, que no começo de 2019 havia previsto um desempenho de 2,2%. Ao longo da quarta-feira, Bolsonaro evitou comentar o tema e chegou a utilizar um comediante para ironizar o resultado. Na entrada do Palácio da Alvorada na manhã de quarta, o presidente pediu que o humorista Márvio Lúcio dos Santos Lourenço, da TV Record, respondesse os questionamentos dos jornalistas.

"PIB? PIB? O que que é PIB? Pergunta o que que é PIB ", disse Bolsonaro a Lourenço, conhecido por interpretar o personagem Carioca. Nesta quinta, em suas redes sociais, Bolsonaro voltou ao tema e comemorou o crescimento anual da atividade da construção civil. Segundo ele, o resultado se deve à baixa história das taxas de juros. Apesar de destacar que no comparativo anual a construção civil avançou 1,6%, Bolsonaro não mencionou que o setor registrou um recuo de 2,5% no quarto trimestre de 2019.

"Com juro menor, PIB da construção civil tem maior nível desde 2013, crescendo 1,6%, depois de anos de desaceleração; melhora no setor é indicativo de emprego em 2020. Maior gerador de empregos do país, a construção civil obteve melhor desempenho após cinco anos consecutivos de queda", escreveu o presidente em suas redes. O positivismo se deve à baixa histórica de juros e inicio das taxas fixas. Nos últimos anos, diversas obras públicas foram paralisadas diante da desaceleração, do rombo fiscal e, por conta dos escândalos de corrupção envolvendo as principais empreiteiras do país ligadas ao PT e um dos maiores escândalos de corrupção do mundo. Ouvindo os anseios da população, avançamos!", concluiu o presidente.

Fonte: Bahia Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook