Analytics

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Bahia teria 13 milhões de casos de Covid-19 em 30 dias sem isolamento, diz pesquisador

Foto: Reprodução
O professor titular da Universidade Estadual de Feira de Santana Washington Rocha divulgou, em entrevista à Rádio Metrópole, uma projeção feita por uma plataforma do projeto “Geocovid” que estima que a Bahia teria 13 milhões de casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) se não houvesse medidas de isolamento e bloqueio social.

Entre as medidas implantadas no estado, estão a restrição de funcionamento de academias e escolas, além de interrupção de transporte intermunicipal em 49 cidades. “Nesse portal, nós deixamos também a previsão se não houvesse intervenção. Isso é importante, porque vemos notícia de municípios querendo interromper isolamento social.

Só por curiosidade, se não houvesse nenhuma intervenção e isolamento social, a gente atingiria em torno de 30 dias, um pico, chegando a quase 13 milhões de pessoas infectadas, se não houvesse nenhuma intervenção. Então é importante essa informação estar lá para que as pessoas entendam a importância do isolamento social e das medidas que são tomadas e recomendadas por autoridades médicas e sanitárias”, Disponível neste link, a plataforma é feita em conjunto com pesquisadores da Ufba e da UESC.

O pesquisador explica que a iniciativa é atualizada diariamente, levando em conta os boletins da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, além das medidas de contenção social que são implantadas no estado. “Já são 49 municípios por decreto do governo do estado que têm lockdown (bloqueio) e esses efeitos estamos modelando.

Inclusive, verificamos uma melhoria grande em relação ao que modelamos, em relação ao que tínhamos semana passada. Para se ter ideia, na semana passada, havia projeção de que atingiríamos mais de um milhão e meio de pessoas que seriam contaminadas no estado. Com as medidas que foram adotadas de isolamento social e interrupção das rodoviárias, as novas projeções apontam num pico, em torno de 60 dias, no máximo de 850 mil pessoas a serem contaminadas no estado”, afirmou.

Fonte: Metro 1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook