Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
As campanhas coloridas lembram sobre a importância do cuidado integral com a saúde, cada mês uma cor, cada cor uma causa.A fibromialgia é uma síndrome dolorosa crônica caracterizada pela amplificação da percepção de dor. 

Sem causa definida, a fibromialgia ocorre em função da desregulação de mecanismos cerebrais de resposta à dor e ao estresse. A queixa central é dor musculoesquelética generalizada crônica, associada a sintomas como fadiga, distúrbio do sono, distúrbios cognitivos (memória e concentração) e alterações de humor (depressão e ansiedade). 

Com frequência, a fibromialgia associa-se a outras condições e síndromes funcionais, como por exemplo, a síndrome do intestino irritável e a cefaleia. A fibromialgia não causa deformidades ou insuficiência de qualquer órgão vital. Por ser uma condição de dor crônica generalizada, existe dificuldade em mensurar e classificar o grau de incapacidade neste grupo de pacientes, embora seja reconhecido que existe uma queda na qualidade de vida.

A persistência dos sintomas por três meses ou mais já deve acender o sinal de alerta, e um reumatologista deve ser consultado. O tratamento é multidisciplinar e consiste no uso de medicamentos, acompanhamento psicológico e atividade física. O reumatologista é o especialista médico que cuida dessa patologia.

O tratamento medicamentoso consiste no uso de analgésicos, antidepressivos e neuromoduladores que contribuem para aumentar a quantidade de neurotransmissores com a consequente diminuição da sensação de dor.



Fonte:  INCA, Sociedade Brasileira de Reumatologia

Facebook