Foto: Ed Santos | Acorda Cidade

Com a contestação e crítica do ex-prefeito de Salvador e presidente do Democratas ACM Neto, por seu aliado político, o deputado João Roma (Republicanos) ter aceitado assumir o Ministério da Cidadania em fevereiro deste ano, o deputado federal e atual ministro, falou sobre seu relacionamento com ACM Neto desde então.

O ministro João Roma esteve presente na inauguração da Fábrica de Calçados em Bravo, distrito do município de Serra Preta e contou, nesta segunda-feira (5), que desde a sua declaração oficial de que faria parte do governo federal, não mantém contato com o ex-prefeito de Salvador. “De fato, ele não concordou com minha ida ao ministério através do meu partido Republicano, por estarmos apoiando o governo de Bolsonaro. Ele [ACM Neto] tem mantido uma postura crítica com relação ao governo do presidente, portanto, desde o dia que aceitei o convite não nos encontramos mais”.

Ele também destacou sobre a sua atuação no Ministério da Cidadania e comentou que o cargo que ocupa, sem dúvidas, é o seu maior desafio na vida pública. “Esta é uma missão muito importante porque é maior desafio da minha carreira, na qual, é também a oportunidade de melhorar e transformar a vida de muitos brasileiros. Estamos atravessando uma pandemia e estou me dedicando a isso. Tenho que de fato, através do Ministério da Cidadania, chegar junto e fazer a diferença para esses brasileiros que precisam de uma ação cada vez mais eficaz”, relatou.

Ao ser questionado se haveria uma possibilidade de concorrer às eleições de 2022 na Bahia pela chapa do presidente Jair Bolsonaro, João Roma, declarou que prefere não opinar. 

Fonte: Acorda Cidade

Postagem em destaque

Facebook