Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior

Foto: Boca de Forno News

Filho do deputado estadual cassado Targino Machado (DEM), o atual prefeito de São Gonçalo dos Campos, Tarcisio Tôrres Pedreira (SD), três meses após tomar posse no cargo, é acusado de ter se beneficiado de um suposto esquema de compra de votos na eleição municipal de 2020. A denúncia foi feita em entrevista coletiva, na manhã desta segunda-feira (19), em um restaurante de Feira de Santana, pelo candidato derrotado no último pleito, Argolinha. 

A denúncia que visa o afastamento do gestor é movida pelo bloco de oposição com apoio do ex-prefeito Carlos Germano, que desistiu da sua candidatura na eleição de novembro do ano passado. À reportagem, Argolinha afirmou ser suspeita a eleição de Tarcisio.

"É muito estranho (...) tem algo errado na eleição. A denúncia que está sendo feita é de compra de votos com provas que o ex-prefeito Carlos Germano repassou para a gente como, áudios e documentos", disse.

Ele alega que a vitória do concorrente não expressa a "vontade do povo de São Gonçalo" e pede a realização de um novo pleito. Para ele, o prefeito deve ser afastado até para que sejam feitas as investigações sobre o caso da compra de votos. 

Tarcísio, do Solidariedade, foi eleito, no dia 15 de novembro de 2020, prefeito de São Gonçalo dos Campos para os próximos quatro anos. Ao fim da apuração, ele teve 54,24% dos votos. Foram 12.169 votos no total.

Informações do radialista Nivaldo Lancaster Boca de Forno News

Facebook