Foto: Reprodução
A apresentadora Maju Coutinho da Rede Globo foi duramente criticada nas redes sociais, após, na última terça (16), ao defender o isolamento social ter dito que o choro era livre para quem está reclamando das medidas para evitar a propagação da covid-19.

A Rede Globo precisou emitir uma nota, após a repercussão da situação. “Maria Julia Coutinho quis dizer ontem que, por mais amargas que sejam, as medidas de isolamento social são necessárias. Sobre a dor daqueles que precisam manter seus negócios fechados, assunto abordado no Jornal Hoje desta quarta-feira, Maria Julia Coutinho disse ao final da reportagem: ‘Desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e também as famílias que estão aguardando auxílio emergencial’”, afirma texto da emissora em nota enviada à imprensa. 

A apresentadora também emitiu um pedido de desculpas, após a repercussão: “Ontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei no improviso uma uma expressão infeliz que precisa de um complemento para deixar bem claro o que queria dizer. Eu reitero hoje aqui esse desejo, me desculpo pela expressão que usei anteontem e vemos nessa, bola pra frente”, comentou a apresentadora.

Nas redes sociais, a #MajuCoutinhoGenocida continua sendo uma das mais ‘populares’ em todo o país. “O que esperar de uma emissora que espalha pânico, desinformação, Fake news? Que por interesses financeiros e poder faz campanha diária pra destruição do Brasil? #MajuCoutinhoGenocida”, comentou um internauta. “EMPATIA ZERO! A Globo “ASSINOU EMBAIXO” a fala de MAJU Coutinho. Ou seja, você que perdeu seu emprego, perdeu seu negócio……”O CHORO É LIVRE” MESMO! Rede lixo de televisão, globolixo, vai tomar no c*, vocês têm que falir, sumir do planeta, ódio de vocês #MajuCoutinhoGenocida”, escreveu outro seguidor.


Fonte: Varela Notícias
Fonte: Varela Notícias

Facebook